Você está aqui:Início » Relacionamentos » O encanto das mulheres maduras atraentes sempre me cativou

O encanto das mulheres maduras atraentes sempre me cativou

O encanto das mulheres maduras atraentes sempre me cativou

Olá a todos e boa tarde,

Pensei hoje em elaborar um texto acerca de uma temática que me apaixona particularmente, mulheres maduras lindas sejam elas solteiras ou casadas.

Vou iniciar a análise de hoje, recordando um episódio da minha adolescência, que mesmo passados dez anos, não esqueci nem esquecerei alguma vez. Era um adolescente rebelde e inconsciente apaixonado pelos prazeres da vida, acabei por relegar para segundo plano a conclusão do Ensino Secundário e entrada para o Ensino Superior, tendo reprovado à disciplina de matemática no 12º ano, decidi ingressar no mercado de trabalho durante o dia e frequentar o Ensino Secundário Recorrente à noite.

Infelizmente por motivos profissionais era obrigado a faltar muitas vezes às aulas e recorria aos colegas mais assíduos, que me disponibilizavam os seus apontamentos a fim de serem copiados na reprografia escolar. A Senhora responsável pela reprografia no horário nocturno  era uma funcionária pública morena quarentona e sensual chamada Magnólia, nome de flor mais do que apropriado para uma mulher madura lindissíma de olhos azúis brilhantes e profundos como o mar, tinha o cabelo castanho sedoso e usava um corte de cabelo curto e moderno, recordo-me como se tivesse estado ontem com ela. Ao fim de dezenas de fotocópias, já tinha um relacionamento amigável com esta bela veterana, ela sabia o meu nome e o motivo de estudar à noite, eu sabia que ela era divorciada, funcionária pública desde sempre e tinha uma filha da minha idade. Ela era uma lufada de ar fresco naquela escola, no meio de tantas figuras cansadas e cinzentas, ela apresentava-se todos os dias sem excepção discretamente maquilhada, salientando os seus magnéticos e sedutores olhos azúis e os lábios carnudos perfeitos, de sapatos de salto alto e uma bata escolar personalizada que deixava antever claramente um corpo bem tonificado e espantoso para uma mulher daquela idade. Sentia-me atraído por ela, mas sentiria ela o mesmo? Nutriria algum sentimento especial ou paixão por mim? Ela desempenhava as suas funções alegremente e acolhia todos os estudantes sempre com o mesmo sorriso e disponibilidade com que me atendia a mim, contudo sentia ali de facto aquela química e até alguma tensão sexual.

Uma noite tive de recorrer aos serviços da reprografia escolar, cumprimentei a esbelta Dª. Magnólia, derreti-me com o seu sorriso imenso e cativante:

– Olá boa noite Menina Magnólia, como está hoje? Tudo bem?

– Olá Carlos, sim estou melhor que nunca, posso ajudar nalguma coisa?

– Preciso de uma ampliação deste documento de A4 para A3 por favor;

– Este tipo de função tem de ser realizada com esta máquina aqui mais antiga, sabes é que as velhas fazem coisas que as novas nem sabem (Piscando-me o olho)

Confesso que fiquei meio encavacado com a conversa, mas contente por eventualmente ter recebido um sinal de interesse dela ou desculpa para iniciar uma conversa mais erótica, tudo teria de ser bem estruturado, apesar de sermos ambos adultos e vacinados, não queria que toda a escola soubesse que me andava a fazer à Magnólia, nem causar-lhe qualquer transtorno à carreira por se envolver com um aluno.

Comecei a ser ir ter com ela diariamente, num intervalo que aprendi ser o que tinha menos utilizadores na reprografia, progressivamente fomos partilhando informações pessoais e ganhando ainda mais confiança um no outro, fiquei a saber onde morava e que apanhava um autocarro numa paragem junto à escola até casa. Numa noite fria e chuvosa de Inverno ofereci-lhe uma boleia até casa, ao que ela acedeu.

O toque do final da última aula fez eco por toda a escola e encontrámo-nos junto ao meu carro, estacionado a alguns metros do recinto escolar. Apesar do frio que se fazia sentir, ela levava um vestido azul curto e um casaco de peles provavelmente sintética. Sentia-me algo nervoso ao conduzir, pensava para mim próprio e engendrava “E se agora lhe metesse a mão na perna por engano ao engrenar uma mudança?” A hesitação nunca andou de mão dada com o sucesso e chegámos a casa dela sem qualquer tipo de acção, sem ser conversa de cariz social. Agradeceu-me, despediu-se e quando eu já tinha a primeira mudança engrenada para desaparecer dali e penitenciar-me o resto da noite  pela minha falta de iniciativa, ouço umas doces palavras: “A minha filha está na casa do namorado, não queres subir para bebermos ou comermos alguma coisa?” Escusado será dizer que aceitei o convite e subi.

No calor do seu simpático e acolhedor apartamento em Bucelas, sentados num sofá gasto acabámos por nos beijar e viver umas horas de sexo escaldante, foi uma experiência memorável para um rapaz de 19 anos. Ela era verdadeiramente linda, com um corpo de fazer inveja a muitas mulheres com metade da sua idade, experiente e apaixonada como só uma mulher madura é.

Até á poucos anos atrás, era muito comum um homem mais velho relacionar-se com uma mulher jovem e atraente, como que mostrando ao mundo que ainda é um macho vigoroso, capaz de satisfazer uma mulher ardente no auge do seu apetite sexual. Conheço casos similares em que as mulheres, amigas, namoradas ou amantes de homens mais maduros são de facto situações de amor e entendimento genuíno, mas também ocorrências em que são verdadeiros objectos sexuais para serem exibidas aos amigos e impressionar. Situações inversas eram raras e quando ocorriam eram sempre com a máxima discrição e sigilo. Felizmente, as mulheres conquistaram a pulso o seu devido lugar na sociedade actual e são hoje mais que nunca Senhoras do seu destino, ocupando lugares de destaque e desempenhando funções de responsabilidade, anteriormente praticamente exclusivos dos homens. Elas preocupam-se cada vez mais com o seu visual, conservam um corpo esbelto por mais tempo e mudaram a sua mentalidade social e sexual.

Temos casos internacionais como os casais Demi Moore e Ashton Kuntcher, Susana Vieira e Sandro Pedroso ou Sharon Stone e Chase Dreyfous. Também casos nacionais como Maria João Abreu e João Soares ou Fernanda Marinho e José Fidalgo.

Uma mulher madura sensual tem um charme e sex appeal mais intenso que uma mulher mais jovem, mulheres que cuidam do seu visual e forma física, têm uma vida sexual mais activa, vivem felizes durante mais tempo e possuem uma auto-confiança superior. Não é o facto de ter passado dos trinta, quarenta, cinquenta ou sessenta; Ter sido negligenciada pelo marido, companheiro ou amante; Ter sido mãe de um, dois, três filhos que impede uma mulher de gostar de si, do seu corpo e de ser ver ao espelho com orgulho e sensualidade, sentindo que é uma parceira sexual atraente e cativante.  Iniciar uma amizade, flirt ou relacionamento com uma mulher madura sexy ou MILF irá certamente ser uma experiência tão enriquecedora e excitante para si, como foi para mim. Recorde-se das palavras da querida flor Magnólia:

“As velhas fazem coisas que as novas nem sequer sabem”

Votos de um excelente fim de semana e boa sorte no Amor,

Doctor Love

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)
Os comentários de momento estão encerrados!

© 2009 - 2016 Energizado com Wordpress, Powered By PTEncontros

Ir para o Topo