Você está aqui:Início » Relacionamentos » Como descrever o casal perfeito

Como descrever o casal perfeito

Descrever o casal perfeito nem sempre é fácil. Todos sabemos que perfeição não existe mas apesar disso podemos adaptar os nossos conceitos de perfeição a um casal que vive em plena harmonia e felicidade. Quer saber quais as chaves para manter uma relação saudável? Conheça então os 8 pilares de uma relação que fazem com que um casal se torne naquilo que podemos considerar como perfeito.

casal perfeito

O que deverá ter um casal perfeito?

1. Cumplicidade – A cumplicidade é uma das principais características do casal ideal . A cumplicidade passa por saber o que cada um quer, o que gosta e o que interessa. Passa por ajudar a outra pessoa a conseguir os seus objetivos. A cumplicidade exige um bom conhecimento mutuo, um gesto, uma palavra, um tom de voz, tudo isto é facilmente identificável para um casal que é cúmplice. É uma linguagem em comum que ninguém mais entenderá e que fortalecerá a relação. Para haver cumplicidade não é necessário haver duas pessoas com os mesmos gostos, na cumplicidade o respeito prevalece, a união e a compreensão. Este é sem dúvida dos grandes pilares de uma relação amorosa.

2. Sentir-se bem um ao lado do outro – Neste ponto é simples, para um casal ser considerado o casal perfeito sentir-se bem mutuamente é essencial. Ele trabalha horas e horas e ela lê ao seu lado. Ela levanta-se e prepara-lhe algo, e vice versa. Para o casal perfeito não existe qualquer incomodo, é claro que nem sempre podemos estar felizes, mas há sempre uma maneira de dar a volta. É sentir-se cómodo, relaxado, confiante e sem protocolos ou formalidades desnecessárias. Um casal unido de corpo e alma apesar dos defeitos e das virtudes de cada um.

3. Pensar numa vida a dois juntos – O casal ideal deve viver a necessidade mútua de projetar uma vida inteira juntos. Sabem fazer com que as suas pequenas coisas sejam grandes e as grandes fazem-nas pequenas para poder conjugar tudo na perfeição sem gerar problemas. Tudo faz sentir quando realizado juntos. Comprar presentes, viajar, mudar-se de casa, um projeto novo, ter filhos, encarar as dificuldades e os maus momentos e disfrutar dos bons a dois. Projetar a vida juntos é uma consequência de se sentir bem com o seu parceiro.

4. Viver em harmonia, tranquilidade e paixão – Alguns defendem que o amor é tempestuoso, que é uma guerra constante. Esta visão é demasiado pobre para um casal que vive na perfeição do seu amor. A verdadeira paixão, a mais natural é a que surge com mais força mas que desagua nas águas mais tranquilas. É a paixão que não precisas de artifícios para se tornar verdade. Surge do mais simples, sem esforço nem necessidade de guerras. É essa tranquilidade que se transforma na explosão do amor mas que termina em completa harmonia.

5. Sexo – Tem que ser o melhor, o único. Fazer tudo sem fazer nada. Simples e sofisticado. É a fusão de ter prazer a sentir o prazer do outro e vice versa. É a comunicação total e os corpos sincronizados. Viver a paixão sem complexos ou pudores, entregar-se por completo e ser feliz.

6. Carinho, ternura e amor – Deve haver um sentimento de carinho e amor para com o seu parceiro. Amar é cuidar e por isso mesmo deverá cuidar de quem ama, e o seu parceiro a si. O amor não se define, sente-se.

7. Confiança e liberdade – Deverá sentir que não existem barreiras nem desconfianças. É sentir-se correspondido em todos os momentos, é sentir que é livre e tem liberdade para o ser.

8. É teme que a morte vos separe – Sim, é sentir que o amor deveria durar eternamente e entristecer-se sempre que surja o pensamento de que algo vos pode separar.

Estas são as chaves para um amor pleno, saudável e perfeito. A perfeição só existe na cabeça de cada um e porque não viver em harmonia na sua relação! Aproveite.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)
Os comentários de momento estão encerrados!

© 2009 - 2016 Energizado com Wordpress, Powered By PTEncontros

Ir para o Topo