Início / Relacionamentos / Amor verdadeiro

Amor verdadeiro

Amor verdadeiro

Já sentiu amor verdadeiro? Quando você deseja alguém mais que tudo no mundo, o seu coração bate acelerado no peito e até parece que conseguimos sentir o nosso sangue quente a percorrer o corpo, o amor é o sem dúvida o melhor sentimento do mundo. Há sinais evidentes de que você está apaixonado(a) por alguém. O nosso corpo diz-nos sempre quando estamos apaixonados e que aquela pessoa especial pode ser a sua alma gémea, mas será como funciona o mecanismo do afeto que une dois amantes?

Saiba se está apaixonado(a), conheça os sinais físicos do amor verdadeiro e as suas causas:

Tenta manter contato visual constante

A visão é  o sentido mais importante, a forma mais usada pelo ser humano para receber os estímulos exteriores, por isso quando você está apaixonado(a) e está perto do seu amor verdadeiro, tende a manter involuntariamente os olhos focados no seu grande objectivo alheando-se do resto da paisagem.

Sente um bem estar anormal, insónias e/ou falta de apetite

Estar apaixonado dá uma grande sensação de bem estar geral, é como uma droga saudável: Você sente-se em êxtase quando encontra aquela pessoa especial,  parece receber uma injecção de adrenalina que enche o seu corpo de energia, ao mesmo tempo que o seu batimento cardíaco e pressão arterial aumentam. Sentir insónias ou falta de apetite também é normal quando está verdadeiramente apaixonado(a). É pura química sexual em ação, isto acontece  porque o cérebro produz e liberta dopamina em grandes quantidades quando estamos apaixonados, estimulando o nosso sistema nervoso central. Durante esta grandiosa fase de paixão, aumenta também a produção de noradrenalina que provoca o aumento do batimento cardíaco e pressão vascular.

Você tenta ter contato físico

Além de tentar manter o seu olhar focado, procura explorar todas as possibilidades de contato físico, sente especial prazer naqueles beijos atenciosos em cada encontro e adora tocar o corpo da outra pessoa. Quando estamos enamorados, o nosso corpo empurra-nos naturalmente na direção da pessoa amada, é a manifestação física do desejo de maior intimidade.

Não pára de pensar na pessoa amada

Na fase inicial da paixão e impulsionado(a) pela libertação de hormonas, é natural você não conseguir deixar de pensar no seu amor verdadeiro, chega até a parecer uma obsessão. Calcula-se que no estágio inicial dum amor verdadeiro, um humano passa 87% do tempo a pensar na pessoa amada, mesmo durante o sono. Um amor que não ocupa mais de 40% do seu pensamento é uma mera paixoneta com pouca intensidade.

Sente desejos emocionais predominantes aos sexuais

Temos de diferenciar o amor genuíno da mera atração sexual. Quando procuramos o amor e não apenas sexo, queremos uma relação séria e duradoura, por isso naturalmente o desejo emocional sobrepõe-se à luxúria sexual, mas não a substitui atenção. Se pensa numa pessoa apenas como uma boa queca, sem pensar num futuro conjunto ou em como seria bom dormirem bem juntinhos, obviamente isso não é amor. Sentir ciúme também é normal, pois quem ama de verdade espera inconscientemente um regime de dedicação quase exclusiva, sem partilhar a atenção da pessoa amada com mais ninguém.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

Veja Também

sexo ou amor

Sexo ou amor, será que o amor é a escolha certa?

Numa sociedade em que o sexo tem cada vez mais um papel mais importante do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *